Semec discute incluir Psicologia e Serviço Social no Plano de Cargos e Salários

O secretário municipal de Educação de Teresina, Nouga Cardoso, esteve reunido na manhã desta segunda-feira (26/07) com representantes do Conselho Regional de Psicologia 21ª região (CRP 21) e Conselho Regional de Serviço Social 22ª região (CRESS-PI) para discutir a implementação no município da Lei Federal 13.935/19, que dispõe sobre a prestação de serviços de Psicologia e de Serviço Social nas redes públicas de educação básica. O encontro foi intermediado pelo vereador Leonardo Eulálio.

“Na estruturação de Plano de Cargos, Carreiras e Salários da Semec não contamos com assistente social e psicólogo. Portanto não existem vagas a serem providas. Desta forma, teremos que criar estes cargos e apresentar junto à Câmara Municipal de Teresina para apreciação. Vamos fazer um esforço para resolver esta demanda ainda neste semestre, para oferta em 2022. Além destes profissionais, também precisamos contar com nutricionista”, afirma o secretário Nouga Cardoso.

Na reunião, ficou acertado que o CRP 21 e o CRESS-PI integrarão a comissão com corpo técnico da Semec para estudos e ampliação de diálogo sobre a criação de indicativo de lei municipal. O vereador Leonardo Eulálio se prontificou a levar a pauta à Procuradoria da Câmara Municipal de Teresina para análise e posterior encaminhamento para a criação da lei municipal.

Foi levantada também a possibilidade de se fazer um remanejamento de psicólogos e assistentes sociais de outros órgãos do município, como a Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (SEMCASPI) para a Semec. “Vamos analisar junto à Prefeitura se esta é uma opção viável”, conclui Nouga Cardoso.

3

Semec terá encontro com representantes do FNDE para fortalecimento da alimentação escolar

O Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) e a Confederação Nacional dos Agricultores Familiares e Empreendedores Familiares Rurais do Brasil (CONAFER) estão em busca de implementar ações de fortalecimento da agricultura familiar. Nesse sentido, representantes dos dois órgãos chegaram à Teresina nesta segunda-feira (26) para reunião com a Secretaria Municipal de Educação (Semec), as 15h, no Centro de Formação Odilon Nunes.

A alimentação escolar é resultado de uma parceria entre todos os níveis de governo e agricultores familiares. Em Teresina, mais de 30% dos gêneros alimentícios que compõem o cardápio servido nas unidades de ensino são provenientes desse tipo de cultivo.

De acordo com o FNDE, o diálogo com os municípios brasileiros é para ampliar ainda mais as aquisições de alimentos da agricultura familiar, aprimorando as estratégias do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE). Os benefícios de uma boa alimentação levam ao desenvolvimento biopsicossocial, aprendizagem, rendimento escolar e formação de práticas alimentares saudáveis dos alunos.

“O PNAE incorpora elementos relacionados à produção, acesso e consumo, com o objetivo de, simultaneamente, oferecer alimentação saudável aos alunos de escolas públicas de educação básica do Brasil e apoiar o desenvolvimento sustentável local. Nosso objetivo é apoiar os estados e municípios no fortalecimento agricultura familiar no âmbito do PNAE”, anuncia a coordenadora geral do PNAE, Karine Santos.

Projeto Educação 4.0 vai capacitar professores da Rede Municipal em estratégias com tecnologia

Em um novo contexto de sala de aula desencadeado pela pandemia, quando os professores se reinventaram para conquistar a atenção dos alunos, docentes da Rede Municipal de Teresina passarão por capacitações em novas metodologias de ensino, com o Projeto Educação 4.0. Nesta terça-feira (27), acontece a live de lançamento do projeto, as 13h.

A iniciativa é uma parceria da Secretaria Municipal de Educação de Teresina (SEMEC), da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo (SEMDEC) e do Programa THEch, com execução da Softex.
Com duração de dois meses, o Projeto Educação 4.0 oferecerá 50 vagas para a Turma 1 e duas trilhas de conteúdo, além de dicas sobre como utilizar a gamificação em classe e ferramentas para aulas EAD. Os conteúdos poderão ser acessados até mesmo via celular e um certificado de atualização profissional será entregue aos que concluírem o programa.

“É um esforço conjunto para preparar os professores com as tendências de ensino, trazendo inovações educacionais para a rotina de sala de aula. Assim buscamos maior engajamento dos alunos, com um aprendizado cada vez mais participativo”, afirma o secretário executivo de Ensino da Semec, Kleytton dos Santos.

O lançamento do Projeto Educação 4.0 será realizado pelo Instagram do Programa THEch, com a participação do secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Marcelo Eulálio; do secretário executivo de Ensino da Semec, Kleytton dos Santos; e do coordenador do Programa THEch, José Bringel Filho.

Judocas são capacitados para o Projeto Superação nas escolas municipais de Teresina

Os atletas que atuarão como monitores de judô nas escolas municipais de Teresina estão passando por capacitações na Associação de Judô Expedito Falcão. A entidade é parceira da Secretaria Municipal de Educação (Semec) no Projeto Superação, que leva a modalidade esportiva a oito unidades de ensino este ano.

A primeira capacitação foi sobre perfis comportamentais e relações interpessoais, com a proposta de preparar a equipe para atender bem os alunos. Juliana Barreto, Coach Integral, ministrou palestra sobre todos os aspectos que envolvem o desenvolvimento humano.

“Diante do atual cenário causado pela pandemia, buscar se preparar profissionalmente é o grande diferencial. E saber como atender, enfrentando as dificuldades do dia a dia durante as aulas, se torna cada vez mais importante”, afirma o judoca Expedito Falcão.

Um dos jovens monitores que chega à escola para trabalhar com os estudantes os fundamentos do judô conhece bem a realidade da turma que vai comandar. Waldrian Leite é ex-aluno da Escola Municipal Parque Piauí, conheceu o esporte aos 9 anos na primeira edição do Projeto Superação e volta como monitor na escola onde deu os primeiros passos.

“O judô foi muito importante na minha formação e quero fazer parte disso na minha comunidade. É emocionante voltar para o mesmo lugar onde comecei nesse esporte, dessa vez podendo ajudar outras crianças a descobrir o que o judô traz de bom para nossa vida”, declarou Waldrian.

Gestores das unidades de ensino contribuem com o plano de retorno às aulas presenciais na Rede Municipal

Para construir um plano seguro de retomada das aulas presenciais, a Secretaria Municipal de Educação (Semec) está dedicada a discussões com grupos diversos, ouvindo sugestões para a reestruturação do plano. Nesta quinta-feira (22), a equipe técnica convidou 15 diretores de escolas da Educação Infantil ao Ensino Fundamental para contribuir com o plano de ação.

O grupo focal é composto por diretores de unidades de ensino com realidades diferentes, tanto da zona urbana quanto rural. Eles conheceram as diretrizes já pensadas pela Secretaria, que trata sobre uma retomada gradual no formato híbrido, e colocaram suas impressões com base na realidade de suas escolas. Também participaram da reunião membros do Conselho Municipal de Educação de Teresina, que acompanha de perto as discussões sobre o assunto.

“As considerações feitas pelos gestores serão importantes na conclusão do documento que norteará as unidades de ensino sobre os protocolos de retomada”, destacou o secretário executivo de Ensino, Kleytton Halley dos Santos.

De acordo com a Semec, 98% dos trabalhadores da educação já tomaram a primeira dose da vacina na capital. A proposta da Prefeitura de Teresina é iniciar o semestre, dia 04 de agosto, ainda no formato remoto, mas começar uma retomada gradual a partir da segunda semana do mês de agosto, inicialmente com as turmas de 1º, 2º, 5º e 9º anos do Ensino Fundamental, também a Educação de Jovens e Adultos. Todas as escolas deverão retornar as atividades com parte dos alunos assistindo aulas presencialmente e os demais no formato online.

Entre as principais medidas estão o distanciamento entre alunos e professores, uso obrigatório de máscara e a restrição de atividades que possam gerar aglomeração.

#nome{ width: 49%; float: left; }