Secretário visita escola e garante apoio a projeto esportivo

A Escola Municipal Manoel Paulo Nunes, localizada no bairro Porto Centro, zona leste de Teresina, recebeu na manhã desta sexta-feira (30) a visita do secretário municipal de Educação, professor Nouga Cardoso. A ida à unidade de ensino atendeu ao convite do professor Giuliano Ramos, treinador de handebol, e da diretora Janaina Oliveira e contou também com a presença do vereador Ismael Silva.

“Pedimos ao secretário para vir à escola conhecer a nossa estrutura e conversar com ele sobre os bons resultados que temos em nível esportivo. O time de handebol daqui tem se destacado nas competições que participa e precisamos de um apoio maior da Secretaria Municipal de Educação para continuarmos com esse trabalho de sucesso. De acordo com o professor Nouga a escola terá todo o apoio necessário, o que nos motiva a seguir com nosso trabalho”, diz o professor Giuliano Ramos.

A gestora da escola avaliou como positiva a visita do secretário, que ouviu as demandas apresentadas e garantiu as providências necessárias para o retorno presencial das aulas, que deve ocorrer em agosto. “Cada escola tem suas necessidades, que devem ser analisadas pela Semec, mas todas terão o aparato para funcionar adequadamente, seguindo as recomendações da Vigilância Sanitária para combate à Covid-19, com um retorno seguro”, afirma o secretário Nouga Cardoso.

Já o vereador Ismael Silva se comprometeu a contribuir com melhorias para a estrutura física do prédio, além da implantação de projetos que beneficiem os alunos quando do retorno das aulas no sistema híbrido de ensino.

Professora monta diário da quarentena com relatos da rotina dos alunos em casa

O momento de pandemia trouxe uma série de problemas sociais, mas também motivou importantes reflexões. O isolamento social foi a temática escolhida pela professora Jerlany Séba para influenciar os alunos a escrever sobre suas rotinas. A atividade é parte da disciplina protagonismo juvenil na Escola Municipal Ofélio Leitão, zona Sul de Teresina.

A unidade de ensino funciona em jornada de tempo integral, por isso possui em sua grade curricular disciplinas diversificadas. No protagonismo juvenil, a turma é estimulada a ter autonomia e responsabilidade para tomar decisões. Nesse sentido, as atividades práticas ganham destaque, sempre com a intenção de preparar os alunos para que sejam os principais atores de seus projetos de vida.

No Diário da Quarentena, desafio proposto pela professora Jerlany aos alunos do 6º ao 9º ano, os estudantes relataram em textos e desenhos as vivências do período em casa. “A pandemia alterou profundamente a rotina que nossos alunos tinham na escola, além do aprendizado formal, do espaço de socialização e crescimento pessoal”, disse a professora.

As produções trazem relatos pessoais sobre a rotina dentro de casa, onde compartilham suas comidas favoritas, filmes mais assistidos, animais de estimação e até desenhos sobre as paisagens vistas da janela. Tudo foi compilado em um diário da turma, que será discutido no retorno presencial.

“Falar sobre essas mudanças é fundamental para que possam aprender a se   reorganizar em um contexto diferente. Traz reflexões sobre essa vivência e constrói memórias afetivas sobre experiências agradáveis durante o isolamento. Vamos mostrar que o aprendizado real pode ser mais significativo que os momentos difíceis que cada um deles está enfrentando”, conclui a professora.

#nome{ width: 49%; float: left; }