Escola Municipal Graciliano Ramos realiza seu primeiro simulado presencial

Com o retorno das aulas presenciais desde segunda-feira (20), as escolas da Rede Municipal de Teresina têm desenvolvido métodos avaliativos que buscam analisar e mapear o nível de aprendizagem e desempenho dos alunos no período de distanciamento escola, onde os mesmos acompanhavam os conteúdos através das aulas na TV e por meio da plataforma MobiFamília.

Na Escola Municipal Graciliano Ramos, a equipe pedagógica não perdeu tempo e realizou na última quarta-feira (22), seu primeiro simulado presencial das disciplinas de língua portuguesa e matemática com os alunos do 5º ano.

“Em reuniões pedagógicas com a gestão, professores do 5° ano e familiares dos estudantes, decidimos aplicar os simulados de forma presencial para todos os alunos, tendo como objetivo diagnosticar de forma mais fidedigna as habilidades dos alunos nas disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática em cada avaliação”, esclarece o diretor adjunto Francisco Gonçalves.

Como estratégia de enfrentamento aos possíveis baixos rendimentos do simulado, o diretor pontua o projeto inovador da escola, intitulado “Aulão”, onde, através dos resultados, os alunos terão a oportunidade de ter suas temáticas de conteúdo nas disciplinas de maior dificuldade e menor rendimento revisadas junto à escola.

“A realização de atividades como o simulado faz com que possamos melhorar o aprendizado de nossos alunos cada vez mais nos simulados, avaliação interna e Prova Brasil”, pontua o gestor.

Escola Municipal H. Dobal promove aulão de revisão para o Saeb

Os alunos das escolas municipais de Teresina estão em preparação para as provas do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb). Com essa motivação, a Escola Municipal Hindemburgo Dobal, no Residencial Mário Covas, realizou um aulão de revisão com os alunos do 9º ano.

A atividade marca o retorno das aulas presencias na unidade de ensino. Ainda com uma retomada gradual, a escola convidou apenas 17 alunos para a aula especial. A condução do projeto é do professor de língua portuguesa, Francisco Rufino, conhecido pelos shows em revisões na capital.

“Gosto muito de dar aula com empolgação, essa movimentação. Nossos alunos estão vivenciando um período de estudo muito solitário, são 17 meses fora da sala de aula. Já que estamos voltando aos poucos, é justo promover atividades que motivem”, diz o professor Rufino. Segundo ele, os alunos também precisam se sentir responsáveis pela prova. “O Saeb é uma avaliação externa importante para o planejamento da educação, é necessário que realmente se dediquem, superem as dificuldades com nosso apoio”, completou.

Para o aluno Francisco Jodean, a atividade fez toda a diferença no aprendizado para a prova. “É bem melhor assistir aula presencialmente. A revisão nos ajuda a focar no que ainda não aprendemos”, declara.

De acordo com a diretora Geovane Alves, também estão agendadas revisões de matemática e ciências. “Essa é uma ideia que atrai os alunos e reforça habilidades que serão cobradas na avaliação externa. Sempre buscamos pensar em projetos que auxiliem nossos alunos a chegar mais longe”, conclui a gestora.

#nome{ width: 49%; float: left; }