Hoje, 21 de outubro, é comemorado o Dia Nacional da Alimentação nas Escolas. A data foi escolhida para ressaltar a importância das ações voltadas para a educação alimentar e nutricional dos estudantes de todas as etapas da educação básica. Na rede municipal de educação de Teresina este tema é tratado com toda a importância que merece, seguindo as orientações do Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae), executado pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

“A alimentação saudável é um direito da criança e na escola, onde ela passa boa parte do tempo, isso adquire uma importância maior, para que ela adquira bons hábitos alimentares para toda a vida. Além disso, contribui no processo de aprendizagem e num bom rendimento escolar, além de contribuir para um crescimento saudável”, afirma Kaira Araújo, nutricionista da Secretaria Municipal de Educação (Semec).

No Centro Municipal de Ensino Infantil – Cmei Thereza Christina, que funciona no período integral, as crianças fazem até cinco refeições diariamente. Uma alimentação balanceada, com frutas, verduras, hortaliças, arroz, feijão e proteína. Cerca de 30% dos alimentos vêm da agricultura familiar. Atualmente são 120 alunos matriculados, do Maternal ao 1º Período, e hoje frequentam o Centro uma média de 50 crianças por dia, no revezamento que foi feito para a volta das aulas presenciais.

“Assim que as crianças chegam no Cmei oferecemos o desjejum, às 7 horas. Depois tem o lanche às 9 horas. O almoço é serviço às 11 horas e ao acordar da soneca tem o lanche às 13h20min. E antes de voltarem para casa, às 16 horas, é servido o jantar”, explica a diretora do Cmei, Raimunda Soares.

A professora do Maternal, Janaína Pereira, explica como faz para que os alunos comam as frutas e verduras que são oferecidas. “Geralmente antes de irmos ao refeitório orientamos as crianças sobre os alimentos, cantamos musiquinhas que falam que comer é importante para que elas cresçam fortes e saudáveis e nos alimentamos junto com elas, mostrando o quanto é bom e gostoso, estimulando-as a fazerem o mesmo. É importante que em casa os pais também façam isso, para que deem o exemplo para as crianças”, diz.

 

 

 

 

 

 

 

Ainda não há comentários.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com (*).

#nome{ width: 49%; float: left; }