Livros trocados com A Incrível Máquina de Livros potencializam projetos de leitura nas escolas da Rede Municipal

Há dois dias, alunos da Rede Municipal de Ensino de Teresina estão passando pela “van mágica” estacionada na Praça João Luís Ferreira. O projeto A Incrível Máquina de Livros encontrou na capital parceria com a Secretaria Municipal de Educação (Semec) para que as crianças aproveitem a ação. Os alunos levam livros usados para trocar por novos de uma forma lúdica.

A iniciativa da Infinito Cultural percorre o Brasil incentivando a leitura. Em Teresina, foi importante para ajudar a atualizar o acervo das bibliotecas das escolas e potencializar os projetos. Mais de 200 estudantes já passaram pela estrutura montada na praça.

A diretora adjunta do CMEI Helena Medeiros, Suzana Brandão, acompanhou a turminha de crianças de 5 e 6 anos que está em plano processo de alfabetização. “Além de ser uma experiência lúdica, as crianças ficaram bem animadas com essa aula de campo. A vivência vai refletir em sala de aula, como um incentivo a mais na leitura”, disse.

A escola desenvolve um projeto chamado “O mundo da imaginação”, explorando um gênero literário a cada sexta-feira. Os novos livros adquiridos serão trabalhados nas próximas aulas, com atividades de reconto, produções textuais e todo o imaginário que envolve as histórias infantis. “Com certeza enriquece bastante nosso projeto”, avalia Suzana.

João Davi, Luís, Lucas Daniel e Jeferson, alunos da Escola Municipal Iolanda Raulino, também passaram pela Incrível Máquina de Livros e trocaram obras infantis. Os livros seguem para o acervo da unidade de ensino, onde poderão revezar os dias de leitura e aproveitar todos.

 

Servidores da Semec recebem orientações para realização do recadastramento

Superintendentes escolares foram convidados para participar de uma reunião no auditório da Secretaria Municipal de Educação (Semec). O objetivo do encontro foi facilitar a comunicação entre a equipe de gestores do órgão e a comissão do recadastramento funcional dos servidores junto às escolas e Cmeis da rede municipal de ensino. O censo cadastral acontece até o dia 18/11.

Na reunião foram colocados os pontos de dificuldades encontrados pelos servidores na realização do recadastramento e repassadas as orientações para que possa viabilizar a coleta de informações. O censo é feito exclusivamente online, no site da Semec: https://semec.pmt.pi.gov.br/recadastramento/. Os servidores ativos deverão se recadastrar anualmente a partir do exercício de 2022, no mês do respectivo aniversário, com a finalidade de promover a atualização de seus dados cadastrais.

A professora Cristiane Pimentel que faz parte do apoio jurídico do setor de direitos e deveres dos servidores da Semec afirma. “Esse momento é muito importante para identificamos possíveis falhas no sistema que alguns servidores já relataram à comissão e estamos hoje esclarecendo algumas dúvidas com os superintendentes e a partir daí eles levem essas informações com mais clareza para as escolas.”

“O comprometimento dos servidores e a consciência da obrigatoriedade do processo de recadastramento funcional garantirá o êxito de todo o processo”, finaliza Cristiane Pimentel.

Projeto incentiva a leitura de estudantes através da troca gratuita de livros

Trocar livros já lidos por outras obras, incentivando a leitura e a formação de leitores. Esta é a proposta trazida por A Incrível Máquina de Livros, projeto da Infinito Cultural, que conta com a parceria da Secretaria Municipal de Educação (Semec), e que até a tarde desta quinta-feira (04) estará na Praça João Luís Ferreira, no centro de Teresina.

“Esse é um projeto muito bom porque vivemos em um mundo digital e é muito importante incentivar a leitura de livros físicos para que as crianças possam desenvolver a leitura e o senso crítico”, diz Francisco Neto, aluno do 9º ano da Escola Municipal Ubiraci Carvalho.

O projeto funciona da seguinte forma: o participante leva um livro novo ou usado em boas condições (não pode estar rasgado ou riscado), insere na máquina e aperta um dos dois botões disponíveis: adulto ou infantil. Automaticamente aquele livro se transforma em outro livro. Cada pessoa pode levar até três exemplares e não são aceitos gibis, livros didáticos e livros técnicos.

A Semec participa do projeto com alunos de 12 escolas, que vão, acompanhados de professores, fazer a troca de livros. Cerca de 180 estudantes, de seis unidades de ensino, estiveram na praça João nesta terça-feira (03). Outras seis escolas participam hoje (04).

Para a professora da E.M João Emílio Falcão, Janaina Luz a atividade faz toda a diferença na vida dos alunos. Ela e outros professores acompanharam 50 alunos. “A leitura é fundamental para o ser humano, quem lê muito escreve bem, tem um bom vocabulário. Na escola a gente já trabalha a fluência da leitura e um evento desse só vem a somar. Os alunos ficaram muito entusiasmados e participaram ativamente”.

#nome{ width: 49%; float: left; }