Projeto de alfabetização de Teresina é escolhido como modelo para apresentação em Congresso de Educação em Porto Velho

A educação de Teresina tem resultados que impressionam Brasil afora. É o caso do Projeto Alfabetiza Teresina, que está sendo apresentado como modelo de alfabetização no V Congresso Municipal de Educação de Porto Velho. O secretário executivo de Ensino da Secretaria Municipal de Educação (Semec), Kleytton dos Santos, embarcou para Rondônia para apresentar aos congressistas, nesta quinta-feira (25), dados sobre as estratégias para a educação na idade certa.

O projeto vem sendo desenvolvido na Rede Municipal de Ensino desde 2018, em turmas do II Período da Educação Infantil, além do 1º e 2º ano do Ensino Fundamental. A ação alcança 25.443 alunos e envolve monitoramento, formação, avaliação, um plano de ensino bem estruturado e expectativas de aprendizagem.

“Em Teresina, a preparação dos alunos para a alfabetização começa aos 5 anos de idade, respeitando o processo de direitos de aprendizagem e desenvolvimento alinhados à BNCC. Fomos convidados para apresentar como isso funciona com sucesso, alcançando ótimos índices de alfabetização na etapa certa”, disse o secretário Kleytton.

De acordo com a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), a alfabetização das crianças deverá ocorrer até o segundo ano do ensino fundamental, com o objetivo de garantir o direito fundamental de aprender a ler e escrever.

Dr. Pessoa autoriza concurso público para a contratação de 1.114 professores

A Prefeitura de Teresina, através da Secretaria Municipal de Educação (Semec), vai realizar concurso público para a contratação de 1.114 professores efetivos e abrir 27 vagas para a contratação de psicólogos, assistentes sociais e nutricionistas. O prefeito Dr. Pessoa autorizou, nesta quarta-feira (24) a formação de uma comissão que organizará o certame para 2022.

“Temos um compromisso com a educação de Teresina. É somente através da educação que daremos uma vida melhor para todas as pessoas que moram na nossa cidade. Já autorizei a formação de uma comissão para fazer todas as tratativas sobre o processo do concurso”, disse o prefeito.

Os salários previstos variam de R$ 2,4 mil para jornada de 20 horas a R$ 4,8 mil para uma jornada de 40 horas. Está prevista a contratação de professores de religião, educação artística, educação física, língua portuguesa, matemática, química, geografia.

De acordo com o secretário da Semec, Nouga Cardoso, foi criada uma comissão especial para a definição das disciplinas.“Tão logo assumiu, Dr. Pessoa determinou a contratação de todos os professores que estavam aprovados em concursos efetivos e que ainda não haviam sido chamados. Também chamou os professores substitutos que haviam sido selecionados. Além disso, autorizou a realização de seletivo para 340 vagas do quadro reserva de professores para que fosse sanada a situação do déficit de professores”, disse o secretário.

Até o final do ano, serão contratados docentes suficientes para atender todas as unidades de ensino. “Todas as áreas do conhecimento serão contempladas. É preciso que as vagas dos substitutos sejam preenchidas e também as vagas da expansão da Rede. Inauguramos uma série de CMEIs que geram vagas para o sistema. E ainda temos, em curto prazo, a perspectiva da inauguração de muitas outras escolas. Dr. Pessoa quer que regularizemos essa situação”, disse Nouga Cardoso.

#nome{ width: 49%; float: left; }