CMEI Valquiria Ferraz realiza Projeto Alfabetiza Teresina

Um novo projeto de leitura será desenvolvido com os alunos do Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Valquiria Feraz Sousa, localizado na zona Sul de Teresina. Nesta sexta-feira (03), a escola lançou a ideia “Lendo e brincando…vou me libertando”, dentro do Projeto Alfabetiza Teresina, uma parceria entre a Secretaria Municipal de Educação (Semec) e as unidades de ensino da Rede Municipal.

A atividade foi marcada por muita ludicidade, com a participação de 77 alunos que ficam em tempo integral, do Maternal ao II Período. As crianças realizaram dramatizações, leitura de livros e danças. O evento contou também com a presença dos pais dos pequenos e toda comunidade em torno da escola.

A ação visa provocar nos alunos o interesse pela leitura, envolvendo não só as crianças, mas também as famílias, que despertam para o prazer de ler e com isso incentivam seus filhos a essa prática, desenvolvendo a criatividade e a socialização.

Rosa Eliannete, diretora do CMEI, afirma que “a educação para a liberdade é o lema da escola, norteando todas as ações voltadas para a aprendizagem e a inserção da escola na comunidade, além do desenvolvimento integral dos alunos”.

Escola Municipal Serafim conscientiza alunos sobre a preservação ambiental

No próximo dia 5 de junho é comemorado o Dia Mundial do Meio Ambiente. A data foi instituída em 1972 pela Organização das Nações Unidas (ONU) e tem como objetivo principal chamar a atenção da população para os problemas ambientais e a importância da preservação dos recursos naturais. Nesta semana, as unidades de ensino da Rede Municipal de Teresina estão trabalhando o tema em sala de aula.

Alunos do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental da Escola Municipal Serafim, localizada no Povoado Cebola, zona Rural, participaram nesta semana de uma série de atividades educativas nas aulas de Ciências. Hoje (03) foi realizada a culminância, com uma exposição dos trabalhos desenvolvidos pelos estudantes, onde se utilizou materiais naturais e recicláveis.

“Os alunos aprenderam na prática sobre diversos assuntos relacionados à preservação do meio ambiente, como a reutilização de materiais e reciclagem, e fizeram desenhos, maquetes e outros trabalhos manuais. Participaram também de uma gincana sobre a temática e trouxeram mudas de plantas para a escola”, explica a diretora da E.M Serafim, Fátima Fonteles.

O secretário Nouga Cardoso garante: “A Secretaria Municipal de Educação (Semec) vem dando importância a temática, desenvolvendo várias ações junto às escolas, alunos e familiares, desenvolvimento habilidades e modificando as atitudes em relação ao meio e aos princípios sociais e ambientais.

Equipe da Semec visita obras da Escola Municipal 15 de Outubro

Na manhã desta sexta-feira (03) o secretário de Educação, Nouga Cardoso, acompanhado do coordenador do Grupo de Trabalho da Secretaria Municipal de Educação (Semec), professor Reynaldo Ximenes, visitou o andamento das obras da Escola Municipal 15 de Outubro, localizada na Avenida Duque de Caxias, no bairro Primavera, zona norte da capital.

A escola que estava abandonada há mais de seis anos pelo poder público está sendo reerguida após o prefeito Dr. Pessoa ter dado a ordem de serviço para início das obras.

“Hoje estamos conferindo o andamento das obras. Cumprimos a determinação do Dr. Pessoa de construir escolas que ampliem a rede de atenção para nossas crianças teresinenses”, pontua o secretário Nouga Cardoso.

O mestre da obra, Raimundo Oliveira, falou sobre o avanço dos trabalhos. “Estamos acelerando os serviços, com uma equipe grande e de bons profissionais, para garantir a entrega da obra o mais breve possível”.

Farão parte das estruturas da escola: salas de aulas climatizadas com capacidade para 1.500 alunos do 1º ao 9º ano, quadra poliesportiva completa e um espaço sustentável e completamente integrado com a natureza.

Alunos de escolas municipais de Teresina estão em 1º lugar do Nordeste em olimpíada de satélite

Uma equipe formada por alunos de escolas municipais de Teresina foi a única piauiense classificada para a 3ª fase da Olimpíada Brasileira de Satélite (OBSAT). A turma faz parte do Programa Cidade Olímpica Educacional, da Prefeitura de Teresina, e se dedicou na construção de um protótipo de satélite de pequeno porte.

A equipe chamada “Cidade Olímpica Educacional – 1” está em 1º lugar do Nordeste, desbancando as maiores escolas particulares. São quatro alunos dedicados aos estudos da astronomia, orientados pelo professor Edward Montenegro.

“Estamos bem animados, porque esse era um resultado muito difícil de conseguir. Nossos concorrentes são bem fortes, mas ainda assim conseguimos alcançar essa colocação, que projeta os alunos em um cenário nacional”, disse o professor Edward.

A OBSAT é uma olimpíada científica de abrangência nacional, concebida pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações, e organizada pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) em conjunto com a Agência Espacial Brasileira (AEB/MCTI), o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE/MCTI) e a Escola de Engenharia de São Carlos (EESC), da Universidade de São Paulo (USP). O objetivo é promover experiências teóricas e práticas em projetos de satélites de pequeno porte, difundindo a cultura aeroespacial para estudantes e professores.

Unidades de ensino da Rede Municipal dão show de criatividade com o Alfabetiza Teresina

Os alunos da Rede Municipal de Teresina que estão no ciclo de alfabetização recebem uma força a mais para cultivar o hábito pela leitura. Com apoio da Secretaria Municipal de Educação (Semec), as unidades de ensino desenvolvem o Projeto Alfabetiza Teresina. As escolas programam as atividades de acordo com suas realidades e com as metas que pretendem atingir.

No Centro Municipal de Educação Infantil Luterano, situado no bairro Parque Piauí, o tema do projeto de leitura este ano é “Catadores de histórias, contadores de sonhos”. As famílias participaram do lançamento oficial e as crianças desfilaram com figurinos dos contos de fadas que serão trabalhados em sala de aula. Cerca de 120 crianças participam do projeto, onde mensalmente uma turma vai preparar uma apresentação teatral para compartilhar no pátio com os colegas.

Também na zona Sul, o CMEI Hercília Torres reuniu os alunos para o lançamento do projeto, que promete trabalhar os clássicos infantis de forma lúdica. O objetivo é incentivar as crianças a ler e escrever utilizando histórias que despertam interesse. Toda a equipe escolar abraçou a ideia e está empenhada em apoiar os pequenos no desenvolvimento de suas habilidades.

No CMEI Roseana Maria Martins de Lima, localizado no Vale Quem Tem, o Alfabetiza Teresina será em concomitância com o projeto Formando Leitores, já realizado na escola. Livros de todos os tipos e material pedagógico ficarão disponíveis para que os alunos explorem à vontade. “Vamos somar as ideias e já temos um plano de ação para executar durante todo o ano, utilizando muitas brincadeiras e levando a um aprendizado divertido”, afirma a diretora Francisca do Nascimento.

#nome{ width: 49%; float: left; }