Prefeitura de Teresina convoca professores substitutos aprovados no processo seletivo

A Prefeitura Municipal de Teresina, por meio da Secretaria Municipal de Administração e Recursos Humanos (SEMA), realiza a convocação de candidatos aprovados/classificados no Processo Seletivo Simplificado para Professor Substituto, referente ao Edital n° 006/2021.

Dentre os convocados, professores atuarão em turmas do Primeiro Ciclo (Polivalência) e anos iniciais do Ensino Fundamental e em turmas do Segundo Ciclo (Matemática).

Os candidatos convocados deverão enviar a documentação necessária, dentro do prazo de 30 (trinta) dias, a contar do dia 15/06/2022, data em que foi publicado o Edital de Convocação (DOM 3.294), para o email: crd.sema.concurso@gmail.com, conforme orientações contidas no anexo “Orientações para o envio de documentação”.

A lista dos convocados está disponível na edição do dia 15/06/2022 do Diário Oficial do Município.

Semec e 25º BC firmam convênio para retomada do Programa Forças no Esporte

A Prefeitura Municipal de Teresina, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semec), e o 25º Batalhão de Caçadores, assinaram na manhã desta segunda-feira (20), termo de convênio para a retomada do Programa Forças no Esporte (PROFESP), que atende escolas municipais com reforço escolar e práticas esportivas.

A solenidade aconteceu no prédio do batalhão e contou com a participação do secretário municipal de Educação, Nouga Cardoso, juntamente com a equipe técnica da Semec, e representando o 25º BC, Coronel Paulo Borges e Major Makelson, Oficial de Operações do Batalhão.

O Programa funciona a partir de uma parceria com os ministérios da Defesa e da Cidadania, além do Exército Brasileiro. Em Teresina, os alunos se deslocam, no contraturno escolar, para o 25º Batalhão de Caçadores e para o 2º Batalhão de Engenharia de Construção. Após a suspensão por conta da pandemia, as atividades presenciais voltam com novidades, como ampliação no número de alunos participantes. Este ano, estarão no PROFESP os alunos das escolas municipais Delmira Coelho Machado e Antonio Gayoso, ambas localizadas na zona Norte.

O secretário Nouga disse que a Semec tem muito interesse em parcerias, especialmente com o 25º BC. “A idealização do PROFEP deixa-nos com a certeza de que estamos exercitando nos nossos alunos o despertar não apenas intelectual, mas também o dever cívico para com a pátria. Essa aproximação com o Exército contribui para a formação de cada aluno da nossa Rede Municipal de Ensino”, declarou o secretário.

Para o Coronel de Infantaria do 25º BC, Paulo Borges, “o Exército a cada dia sinaliza para parceria com a sociedade civil organizada e termos a Semec como parceira é a certeza de que caminhando junto à educação teremos uma sociedade melhor. Estamos abertos para desenvolvermos mais ações que contribuam para a formação das crianças de Teresina”, conclui o Major.

Cmei Louvor e Vida recebe visita de secretário e lideranças comunitárias

Na manhã desta segunda feira (20), o secretário municipal de Educação, professor Nouga Cardoso, acompanhado da equipe técnica da Secretaria Municipal de Educação (Semec), lideranças comunitária e do vereador Enzo Samuel, estiveram vistoriando o Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) Louvor e Vida, que fica localizado na zona Norte de Teresina.

A obra da unidade de ensino já está com 60% de sua infraestrutura pronta e com a contratação de uma construtora que participou de um novo processo de licitação, os trabalhos serão reiniciados. A expectativa é que até o final do ano o Cmei esteja totalmente reformado.

“A retomada da obra para a comunidade estudantil dessa área é de uma necessidade urgente e a junção de forças entre líderes comunitários, poder legislativo e a própria Semec fortalecem junto ao prefeito Dr. Pessoa o despertar de sua sensibilidade para o retorno o mais rápido possível da reforma”, afirma o secretário Nouga Cardoso.

Erzine Carneiro, diretora do Cmei, disse que “o momento é de muita emoção em saber que as autoridades estão engajadas no processo de retomada das obras da Cmei. Essa visita nos deixa com a certeza de que em breve iremos voltar para o nosso espaço. Estamos muito ansiosos para que isso aconteça”.

Chá Ecológico tem atividade na horta e Árvore das Boas Práticas no CMEI Thereza Christina

A revitalização de uma hortinha está ajudando a ensinar aos alunos do Centro Municipal de Educação Infantil Thereza Christina sobre os cuidados com o meio ambiente e o respeito com o mundo ao redor. A equipe escolar, em parceria com pais dos alunos, realizou o Chá Ecológico 2022, um momento de diversão e troca de saberes.

Durante todo o mês de maio e parte do mês de junho, os alunos do CMEI desenvolveram atividades ligadas à temática ambiental. Enquanto isso, a equipe escolar revitalizou a pequena horta construída dentro da escola, mas que estava um pouco abandonada com o período pandêmico.

Agora, mais cheia de vida e com a empolgação das crianças, os pais foram visitar o espaço e ainda contribuíram com mimos como adubo, vasos e pedrinhas. O Chá Ecológico também serviu para que os alunos pudessem compartilhar o que aprenderam nas últimas semanas, com apresentação musical e exibição dos trabalhos produzidos em sala de aula.

Outra atividade importante para conectar as crianças, pais e equipe escolar foi a construção coletiva da Árvore das Boas Práticas. Os pais penduraram na árvore tudo de positivo que já estão percebendo em casa com os novos aprendizados das crianças sobre o meio ambiente.

“Foi um momento bem importante para fortalecer esse tema de forma geral. A horta do CMEI, por exemplo, não vai produzir para consumo, é algo importante para cultivar com as crianças o amor e o respeito pelo meio ambiente, consequentemente, construindo um mundo melhor”, declara a pedagoga da escola, Célia Ribeiro.

Alunos de escola da zona Rural tocam flauta na sala de aula

Alunos das Escola Municipal Antônio Terto que participam do Projeto Rede de Cultura, realizado pela Prefeitura Municipal de Teresina, através da Secretaria Municipal de Educação(Semec), realizaram uma aula bastante animada e lúdica com uma apresentação em sala de aula, levando muita emoção aos colegas de turma.

A escola é uma das beneficiadas com o projeto de musicalidade coordenado pelos professores José Ronaldo Rodrigues Costa e Roberto Antônio Pereira de Almeida. O objetivo é utilizar a arte, especialmente a música, como ferramenta pedagógica, além de descobrir jovens talentos.

O aprendizado acontece por meio de oficinas de voz e instrumentos musicais, que estimulam os alunos a melhorar o desempenho acadêmico e cultivar suas habilidades. Atualmente, mais de oito escolas da zona Rural de Teresina são atendidas pelo projeto. Na Escola Municipal Antônio Terto participam as turmas do 3º ao 5ª ano, na faixa etária de 6 a 14 anos.

Para a diretora da escola, Maria do Carmo Cunha, as aulas do projeto trazem inúmeros benefícios aos alunos. “Melhoram o convívio social, a comunicação e a autoestima. Também auxilia no processo de ensino e aprendizagem, ajudando bastante quem participa”, destaca a gestora.

Segundo o professor Ronaldo Costa, “a inclusão dessas crianças que não têm outro local para aprender a teoria musical e a utilização dos instrumentos é algo muito relevante, além de um despertar profissional dos alunos”, comenta.

Assistentes de alfabetização passam por nova oficina pedagógica do Programa Tempo de Aprender

Antes de aprender a ler, as crianças passam por um processo de consciência fonológica e decodificação das palavras. Na Rede Municipal de Ensino de Teresina, as equipes escolas são preparadas para conduzir os pequenos nessa trajetória da melhor forma possível. Sendo assim, cerca de 70 assistentes de alfabetização participaram da 2ª Oficina Pedagógica do Programa Tempo de Aprender, realizado pela Secretaria Municipal de Educação (Semec).

Dessa vez, o público foi formado por assistentes que atuam em turmas de 1º e 2º ano do Ensino Fundamental. O grupo dialogou sobre as estratégias de alfabetização por meio do método fônico. Entre os aprendizados do dia estavam as consciências fonológica e fonêmica, os desafios de alfabetizar e técnicas que devem ser utilizadas com os alunos.

“Os assistentes de alfabetização foram convidados a realizarem práticas significativas por meio de uma oficina, criando recursos pedagógicos lúdicos, propostas envolvendo músicas, parlendas, trava-línguas e outras atividades, possibilitando aprendizagens por meio das rimas, aliterações, consciência de palavras, consciência de sílabas e consciência fonêmica”, explica a coordenadora de Alfabetização da Semec, Aurismar Sousa.

#nome{ width: 49%; float: left; }