Semec avalia a oferta de novos CMEIs na zona Rural de Teresina

Durante diversas visitas que a Secretaria Municipal de Educação (Semec) vem realizando nas escolas e Centros Municipais de Ensino Infantil (CMEIs), especificamente, na zona Rural de Teresina, a equipe técnica da secretaria tem avaliado a possibilidade de aumentar a oferta de vagas nas unidades, bem como a construção de novos CMEIs.

Na manhã desta quinta-feira (04), o secretário executivo de Ensino, professor Kleytton dos Santos, acompanhado de técnicos da Semec, esteve na Escola Municipal Tapuia, localizada no povoado Tapuia, zona Rural Leste. Na oportunidade, a visita contou com o deputado estadual Francisco Lima, além de representantes da comunidade.

Além de avaliar a unidade escolar, a visita teve como intuito a ampliação das oportunidades educacionais no povoado. O secretário Kleytton pontua a necessidade da criação de CMEIs na região para a comunidade ter um atendimento mais eficiente.

“Estamos analisando as regiões que necessitam de mais ofertas de vagas, sejam em escolas ou CMEIs, para termos um diagnóstico da real necessidade de atendimento às crianças e adolescentes. Já constatamos que esta região precisa de um centro infantil. Atualmente, a escola atende alunos de Educação Infantil e queremos migrar os estudantes dessa faixa etária para uma estrutura de aprendizagem infantil, o que é o caso de um CMEI”, finaliza o secretário executivo de Ensino.

CMEI Santa Maria da Codipi recebe alunos com contação de história

O retorno das aulas no Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Santa Maria da Codipi, na zona Norte de Teresina, ocorreu de uma forma diferente. Os alunos foram recebidos com contação de história, uma maneira de proporcionar momentos de descontração e ao mesmo tempo reflexão sobre temas importantes: o cuidado com o meio ambiente e o bulling.

“Por meio de teatro de fantoches, as crianças foram apresentadas ao livro “Getúlio, Jacaré ou Bagulho?”, de autoria de Debora Facchinetti, professora e gestora da Rede Municipal de Ensino. A obra conta a história de Getúlio, um jacaré que recolhia todo o lixo que encontrava por onde ele andava e por isso era chamado de sujão, de porcalhão, e era maltratado por outros animais”, conta a diretora do CMEI, Elanne Lima.

Depois os outros animais entenderam que o jacaré Getúlio estava ajudando a natureza e passaram a respeitá-lo e tratá-lo bem. “Com a história, as crianças aprenderam a forma correta de descarte do lixo e a não praticar o bullying, que pode ser entendido como a intimidação, a humilhação, agressões verbais, comportamentos que devemos coibir na escola”, completa Elanne Lima.

CMEI Castro Alves terá vagas para 2º ano do Ensino Fundamental em 2023

A Secretaria Municipal de Educação (Semec) ofertará a partir de 2023 o 2º ano do Ensino Fundamental no Centro Municipal de Ensino Infantil (Cmei) Castro Alves. A confirmação foi feita na manhã desta segunda-feira (01) pelo secretário municipal de Educação, professor Nouga Cardoso, que esteve visitando o centro, acompanhado da equipe técnica da Semec.

O Cmei fica localizado no Residencial Parque Eliana, bairro Angelim, zona Sul de Teresina e a oferta de vagas para o 2º ano é uma solicitação da comunidade. Atualmente, a unidade de ensino atende a 240 alunos do Maternal ao 1º ano do Ensino Fundamental.

“Essa reunião havia sido agendada a pedido de pais de alunos em virtude da falta de professores, mas essa questão já foi resolvida. A Semec fez a contratação e fica faltando apenas estagiários, que já está sendo providenciada. Aproveitamos para mostrar ao secretário alguns problemas estruturais e de equipamentos que precisam de atenção”, afirma a diretora do CMEI, Liza Mariana Cardoso.

“A comunidade dessa região necessita de uma oferta maior de turmas do Ensino Fundamental e ficamos felizes em saber que a partir do ano que vem o CMEI terá turmas do 2º ano”, diz Artenilde Silva, mãe de aluna. “É compromisso do Prefeito Dr. Pessoa melhorar cada vez mais a educação de Teresina e isso se faz com construção de escolas, ampliação e a oferta de mais turmas, readequando os espaços, como será feito no CMEI Castro Alves”, afirma o secretário Nouga Cardoso.

A equipe da Semec esteve também na Escola Municipal Angelim, onde estudam 644 alunos do 1º ao 9º ano. A unidade de ensino vai passar em breve por uma grande reforma e as aulas terão que ser deslocadas para outras escolas da região. A Secretaria já se prepara para estas intervenções.

Semec estuda viabilidade de construção de novo CMEI na zona Sudeste

A Prefeitura Municipal de Teresina, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semec), pretende iniciar no segundo semestre a construção de escolas municipais e Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs) em todas as zonas da cidade, bem como na zona Rural. Para tanto, a Semec tem realizado estudos de espaços que possam sediar futuras instalações de unidades de ensino para atender a demanda das comunidades.

Na manhã desta sexta-feira (22), o secretário municipal de Educação, professor Nouga Cardoso, acompanhado da equipe técnica da Semec, de lideranças comunitárias da zona Sudeste, e do vereador Capitão Roberval Queiroz, visitou uma área localizada no Parque Ideal, onde a comunidade solicita a construção de uma unidade de ensino para atender a grande demanda de Educação Infantil na região.

Na oportunidade, Nouga também foi acompanhar de perto a retomada de uma antiga obra para construção de uma escola no bairro Primavera Leste. O secretário foi responsável por garantir uma nova licitação para o retorno dos trabalhos no local.

“Com isso reafirmo o compromisso da Semec e a determinação do Prefeito Dr. Pessoa na construção de mais escolas para atender um maior número de crianças, levando educação de qualidade para toda a cidade”, anunciou Nouga Cardoso.

CMEI Júlio Romão promove recital de poesia com as crianças

Gênero literário que expressa sentimentos e impressões pessoais, a poesia é uma grande aliada da alfabetização das crianças. Nesse sentido, o Centro Municipal de Educação Infantil Júlio Romão, situado no bairro Alto da Ressurreição, realizou um recital de poesias para marcar o encerramento do semestre letivo.

As crianças do II Período fizeram apresentações, compartilhando versos poéticos com os colegas. A atividade ajuda no desenvolvimento da oralidade e do ritmo, além de ampliar o vocabulário dos alunos. A familiarização dos pequenos com o estilo poético também ajuda na desenvoltura emocional e social, despertando o prazer pela leitura com a diversidade dos formatos textuais.

“Encerramos o semestre letivo em grande estilo, com uma linda apresentação da turma a partir das poesias que estudamos em sala de aula. O recital é uma consolidação desse trabalho, que contribuiu bastante no desenvolvimento de habilidades, além de ser alimento para a alma”, disse a professora Janine Melo, idealizadora do projeto.

Aluno da Rede Municipal lança livro com tarde de autógrafo

O Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Hercília Torres, localizado no bairro Parque Piauí, convidou toda a sua comunidade escolar a participar da tarde de autógrafos do ex-aluno, autor e ilustrador mirim Marcos Henrique Costa, na tarde da última quarta-feira (13).

Com apenas 11 anos, Marcos já escreveu e ilustrou três títulos: “Craque da Rua”, “Os Ursos e uma Garotinha” e “O Menino do Mundo Perdido”, livros esses que falam de temáticas como adoção, autismo e mãe solo.

A mãe do aluno, Neidi Costa, conta que tudo começou no início da pandemia da COVID-19 e que devido ao isolamento social, ela encontrou no computador um aliado para a diversão do filho que tinha maior socialização na escola. “O Marcos Henrique sempre foi um menino muito dedicado em suas tarefas e compromissos escolares, tendo como núcleo de amigos os companheiros da escola. Fiz um esforço para comprar um computador de segunda mão para que ele pudesse se envolver em outras atividades”, pontua a mãe.

Com o passar dos dias, Neide percebeu que Marcos estava mais introspectivo ao computador, e quando questionou o filho sobre o motivo, surpreendeu-se com a resposta do pequeno, que disse estar escrevendo textos e produzindo um livro.

Estimulado pela mãe e por sua madrinha, logo Marcos começou a soltar a imaginação também através de desenhos e pinturas, sendo responsável pelas ilustrações de quadros autorais.

Aos 9 anos, Marcos escreveu o seu primeiro livro e agora, 2 anos depois, já conta com mais duas produções para a sua coleção e que foram autografadas no CMEI onde Marcos iniciou sua vida escolar.

Durante o evento, os alunos e pais foram apresentados à história de Marcos Henrique e a suas obras de arte. Em sua fala aos presentes, Marcos Henrique homenageou a mãe e a diretora do CMEI, Cleonise Mota, que foi responsável pelo seu processo de alfabetização.

Marcos autografou os exemplares adquiridos pela comunidade escolar e disse à Secretaria Municipal de Educação (Semec) que o momento era de muita felicidade e reconhecimento, e que espera realizar em breve em mais escolas, incluindo a que estuda atualmente, a Escola Municipal Parque Piauí.

CMEI Thereza Christina realiza animado arraial

“Eita arraiá bão demais, sô!”. A equipe do Centro Municipal de Educação Infantil Thereza Christina, localizado no Centro da cidade, organizou uma festança junina para todos os seus alunos e comunidade escolar. O “Arraiá Therethina 2022” aconteceu na parte da tarde e teve como local de realização o Sindicato dos Bancários, parceiro do CMEI.

Com muita música junina, comidas típicas, desfiles e danças culturais, o CMEI comemorou esta importante data do calendário nordestino, onde se homenageiam aspectos da cultura dos estados dessa região do país.

Os alunos e a equipe técnica da escola se caracterizaram de caipiras em razão da data, comemoraram com muita alegria o arraial e já aguardam ansiosamente a festança junina do ano que vem.

CMEI realiza culminância do projeto de leitura “Conta pra mim”

Um dia animado com diversas atividades marcou a culminância do projeto de leitura “Conta pra mim”, no Centro Municipal de Educação Infantil Nossa Senhora da Paz, localizado na zona Sul. A ação faz parte do Projeto Alfabetiza Teresina, uma parceria da Secretaria Municipal de Educação (Semec) com as unidades de ensino da Rede Municipal para potencializar a leitura das crianças no ciclo de alfabetização.

O exercício da leitura, produção de textos, dramatizações, recital de poesias e bingo de palavras fizeram parte da programação do projeto, que tinha como objetivo melhorar o vocabulário oral e escrito das crianças. Ao todo, 177 alunos do Maternal ao II Período participaram da mostra dos resultados desse primeiro semestre.

Desde o mês de maio as professoras desenvolvem com suas turmas atividades com historinhas infantis, seguindo um cronograma anual. Cada mês as crianças se debruçaram sobre poemas, poesias, contos e fábulas, exercitando as habilidades de leitura e escrita de forma divertida.

A vice-diretora do CMEI, Rosane Abreu, afirmou que “o envolvimento das crianças no projeto foi algo muito marcante. Poder acompanhar o desenvolvimento e aprendizagem deles muito nos gratifica enquanto educadores”.

CMEI Noronha Filho cria projeto “Viajando na Leitura” para alfabetização das crianças

Para somar no aprendizado das crianças em relação a leitura e escrita, o Centro Municipal de Educação Infantil Noronha Filho, situado no Vale do Gavião, lançou o projeto Viajando na Leitura. A ação estimula o interesse das crianças pelos livros a partir de atividades lúdicas e muita contação de história.

O Viajando na Leitura também faz parte do Projeto Alfabetiza Teresina, um pacto da Secretaria Municipal de Educação (Semec) com as unidades de ensino para incentivar as ações em prol das habilidades dos alunos. Participam todas as escolas com turmas no ciclo de alfabetização, criando uma rede de apoio para que as crianças atinjam os níveis de leitura e escrita.

No CMEI Noronha Filho, toda semana os alunos levarão para casa uma sacolinha com livros diversos e exercícios para fazer com a família. “A ideia é que retornem com conteúdo para compartilhar com os colegas e possam se divertir em grupo, enquanto aprendem”, explica a coordenadora pedagógica Andreia Coelho.

“Queremos levar os alunos ao contato direto com a literatura infantil, possibilitando o interesse pelo mundo da imaginação e crescimento intelectual por meio das historinhas. Com a participação das famílias, buscamos tornar essa prática prazerosa e significativa”, disse a diretora Adarlene Sousa.

CMEI Novo Milênio promove “Viva São João”

Ainda é festa junina no Centro Municipal de Educação Infantil Novo Milênio, na zona Sudeste de Teresina. As crianças participaram de um animado arraiá para celebrar o período festivo, com apresentações no pátio da escola, trajes típicos e comida boa.

O CMEI atende 152 alunos do Maternal II ao II Período. Todas as crianças participaram do “Viva São João”, uma oportunidade para resgatar tradições e promover diversão. “Foi bastante animado, misturamos os ritmos e incentivamos a participação de todas as crianças, um momento de integração”, disse a diretora Girlene Macedo.

 

#nome{ width: 49%; float: left; }