Escola Municipal Júlio Lopes Lima elege conselho escolar e fiscal

Agora a Escola Municipal Júlio Lopes Lima, localizada no Residencial Torquato Neto, conta com o apoio de um conselho escolar e fiscal, composto por representantes de todos os segmentos da comunidade escolar. A eleição contou com ampla participação dos alunos e famílias, com voto secreto.

Os conselheiros possuem papel fundamental no gerenciamento, coordenação e fiscalização das ações da escola, tanto no âmbito administrativo quanto pedagógico. Na prática, todas as decisões da gestão devem passar pela análise do coletivo, que vai cumprir o mandato de dois anos.

“Estamos sempre ativos no bom andamento das funções de nossa escola e sabemos que um conselho atuante pode fazer o melhor pela educação na nossa comunidade”, afirma a diretora Susana Paz.

E. M. Machado de Assis realiza torneio esportivo com futsal e queimada

Os alunos da Escola Municipal Machado de Assis, na zona Sudeste de Teresina, aprenderam muito com o esporte nos últimos dias. A unidade de ensino promoveu um torneio interclasse, com jogos de futsal e queimada para as turmas do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental.

O torneio surgiu com o objetivo de disseminar a prática esportiva baseada em valores éticos, como o espírito esportivo, respeito mútuo e visão cidadã, bem como a integração social dos participantes. Durante as disputas, o que não faltou foi alegria e muito aprendizado.

Segundo a diretora, Juliana Santana, a vivência competitiva proporciona aos alunos lidar com situações emocionais. “Eles vivenciam os sentimentos de vitória e de derrota, momento de conversar sobre a forma saudável de lidar com cada situação. Isso contribui positivamente para o desenvolvimento socioemocional”, aponta a gestora.

Com a ação, a equipe escolar também estimulou a prática constante de atividades físicas para uma vida mais saudável. E ainda teve concurso de desenho para a escolha do mascote do interclasse. Ao final, os campeões receberam medalhas de 1º, 2º e 3º colocados, além de brindes.

Escola Municipal Galileu Veloso recebe Banda Escola Villa Lobos

A Escola Municipal Galileu Veloso, situada na zona Norte, recebeu uma atividade cheia de melodia e compasso para motivar os alunos, que seguem em reposição de aulas até o dia 31 de janeiro, a participarem das atividades do Projeto Banda Escola Luiz Gonzaga, criado na unidade de ensino durante o segundo semestre de 2022.

Com intuito de cativar o alunado a integrar o projeto, os professores Humberto e Guilherme sugeriram à diretora Mauriane Barbosa convidar uma banda de uma outra escola como estratégia de demonstrar aos alunos que é possível se sobressaírem na música além dos muros da própria unidade de ensino. A ideia é também estimular o aprimoramento dos estudos, aprendendo cada vez mais sobre os instrumentos.

Com saxofones, trompetes, trombones e bateria, a banda Villa Lobos encantou as crianças da escola. Segundo a diretora, “foi possível ver nos olhos dos alunos o sonho de serem eles os próximos a estarem ali também se apresentando”.

Maurianne Barbosa explica que é de suma importância o aprendizado musical agregado aos conteúdos escolares. “Esse tipo de atividade influencia bastante no processo de aprendizagem dos alunos, pois a música trabalha o cognitivo do aluno, a concentração e a disciplina”.

O projeto é uma parceria entre a Secretaria Municipal de Educação (Semec) e a Fundação Municipal de Cultura (FMC). A Fundação é responsável por ceder os músicos e instrumentos para a atividade, e tem como proposta receber o público a partir dos nove anos de idade. Podem participar tanto alunos das escolas municipais quanto moradores da comunidade interessados em aprender a tocar um instrumento musical.

Para se inscrever no projeto, é preciso ir até a secretaria da escola e ficar atento aos horários disponibilizados para o curso. As aulas acontecem no turno da tarde. Os alunos matriculados no turno da manhã praticam das 16 às 17h, enquanto a turma da tarde fica após as aulas, das 17h20 às 18h20.

Escola Municipal Parque Piauí funcionará em tempo integral este ano

Uma novidade para o ano letivo de 2023 está animando a equipe escolar e os pais de alunos da Escola Municipal Parque Piauí, localizada na zona Sul de Teresina. A partir deste ano, a unidade de ensino passa a funcionar como tempo integral, ampliando a oferta de conhecimentos para alunos do 1º ao 9º ano do Ensino Fundamental.

Em conversa com o secretário municipal de Educação, professor Nouga Cardoso, e a equipe da Secretaria Municipal de Educação (Semec), a diretora Valéria Thaise conta que essa era uma reivindicação antiga da comunidade.

“É um momento muito significativo, porque os pais já nos cobravam isso, queriam que as crianças ficassem mais tempo na escola, aprendendo, longe dos perigos das ruas. E apostamos nisso também, que lugar de aluno é na escola. Agora poderemos oferecer mais oportunidades de aprendizados, boas vivências e compartilhamento de sentimentos positivos. Finalmente essa mudança chegou para nossa escola”, declarou a gestora.

Antes do início das aulas, no mês de abril, a Escola Municipal Parque Piauí deve passar por ajustes na infraestrutura e ampliação da equipe para receber quase 500 alunos em tempo integral. Além das disciplinas curriculares, como matemática e ciências, a turma vai participar de atividades esportivas, artísticas e culturais, já que terão a carga horária de aulas estendida.

De acordo com o secretário-executivo de Ensino da Semec, Reinaldo Ximenes, o número de escolas funcionando nessa modalidade passou de 23 para 51 nos últimos dois anos. “Essa é uma determinação do prefeito Dr. Pessoa, além de atender à meta 6 do Plano Nacional de Educação, levando os benefícios da escola de tempo integral para cada vez mais unidades de ensino da Rede Municipal”, afirma Ximenes.

Semec discute com gestores as ações do Programa Brasil na Escola

A Secretaria Municipal de Educação (Semec) está realizando reuniões com os gestores das escolas municipais de Teresina participantes do Programa Brasil na Escola (PBE), do Ministério da Educação. A iniciativa tem por objetivo principal induzir e fomentar estratégias e inovações para assegurar a permanência, as aprendizagens e a progressão escolar com equidade e na idade adequada dos estudantes matriculados nos anos finais do Ensino Fundamental.

“Estamos alinhando com cada diretor de escola as ações que serão realizadas durante este ano, que começam juntamente com o início do período letivo, em março. As atividades do programa seguem o plano de ação elaborado pela unidade de ensino, de acordo com o nível de aprendizado de cada aluno, que terá um atendimento personalizado”, explica a coordenadora do Brasil na Escola em Teresina, Gilda Mary Ibiapina.

Foram selecionadas para o PBE em Teresina oito escolas, que atendem em torno de 2.500 alunos, do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental. Um dos critérios definidos pelo MEC para a escolha é 70% ou mais dos alunos beneficiados pelo Bolsa Família.

A diretora da Escola Municipal Raimundo Nonato Monteiro Santana, Suzana Sara,  conta como o programa será desenvolvido. “Colocamos nossas ações de acordo com o perfil dos nossos alunos. Como nossa escola fica numa região periférica, na Vila Irmã Dulce, inserimos práticas que elevassem o cognitivo, mas que também trouxessem um repertório cultural para os alunos. O acompanhamento será em língua portuguesa, matemática e artes”.

Participam do programa em Teresina: Escola Municipal Angelim, Escola Municipal Coronel Boa Vista, E.M. Professor Ofélio Leitão, E.M. Professora Zoraide Almeida, E.M. Raimundo Nonato Monteiro Santana, E.M. Hindemburgo Dobal e E.M. Professor Marcilio Flavio Rangel de Farias. As escolas recebem da Secretaria de Educação Básica do MEC, cada uma delas, uma parcela fixa no valor de R$ 10 mil e mais três parcelas, com valores que variam de acordo com a quantidade de alunos e os resultados apresentados. O auxílio financeiro é para que sejam implementados projetos e rotinas que permitam a melhoria da aprendizagem e diminuição da reprovação.

Projeto contribui para a integração das famílias às escolas municipais de Teresina

Contribuir para a formação de pais com excelência no acompanhamento dos filhos, de maneira a ajudá-los no acompanhamento, na formação integral e na prospecção de um futuro de sucesso em todas as áreas de suas vidas, reforçando que ser família é dar o que crianças e jovens mais precisam o tempo todo: orientação, bons exemplos e amor. Estes são os objetivos do “Projeto Escola de Pais – Uma Parceria Eficaz”, realizado pela Gerência de Ensino Fundamental (GEF) da Secretaria Municipal de Educação (Semec).

O projeto visa atender prioritariamente às escolas da Rede Municipal de Educação de Teresina que apresentam maior índice de vulnerabilidade no indicador da indisciplina dos alunos, unidade de ensino que apresentam casos críticos de estudantes com histórico de ansiedade e de automutilação, com evidências de abusos, abandono e negligência familiar, que se refletem nos resultados críticos no índice de desempenho acadêmico dos alunos.

“Nos encontros é conversado com pais e responsáveis sobre a possibilidade da construção de Famílias Extraordinárias na formação de filhos vencedores para além do bom desempenho escolar, pois são trabalhados além da escola por suas famílias para que se tornem adultos capazes de um convívio social bem ajustado e equilibrado em todos os espaços sociais, seja na vizinhança, na igreja, no casamento, no trabalho e em todos os lugares por onde for”, explica a supervisora de Projetos Especiais da Semec, Rita Veloso.

Durante este ano, 35 escolas de todas as regiões de Teresina receberam as intervenções do projeto, com palestras, exposição de atividades e dinâmicas que viabilizem a integração da escola com as famílias.

“Enfatizamos aos pais e responsáveis pelas crianças que educar para a vida exige estabelecer regras, limites e disciplina aos filhos, conscientes de seu papel como cidadãos de caráter, que cumprem regras, que observam limites, e, desse modo, estarão mais preparados para um convívio social saudável em todos os espaços que ocupam”, conclui Rita Veloso.

Neste ano foram realizadas 40 palestras para cerca de 4 mil famílias. A meta para o ano de 2023 é que as ações cheguem a todas as 150 escolas municipais de Teresina.

Semec avalia construção de nova escola na zona Rural de Teresina

O secretário municipal de Educação, professor Nouga Cardoso acompanhado do secretário executivo de Ensino e equipe técnica da Secretaria Municipal de Educação (Semec), estiveram conhecendo o assentamento El Shaday, localizado na zona rural Leste de Teresina. Cerca de 160 famílias residem no local.

O assentamento já vem recebendo algumas intervenções da Prefeitura Municipal de Teresina e um sonho antigo das lideranças é a construção de uma unidade de ensino integrada com ambientação verde, que irá proporcionar um contato direto com a biodiversidade do local.

O líder comunitário Elizeu Moreira, conhecido como Moreirão do Povão, recepcionou o secretário Nouga Cardoso e sua equipe. Na oportunidade ele fez uma entrega simbólica de um oficio que solicita um projeto para construção de uma escola no assentamento, que vai proporcionar aos alunos da região um espaço escolar mais próximo de suas residências.

“Recebemos essa proposta de construção de escola integrada ao meio ambiente e vamos encaminhar essa demanda ao nosso Prefeito Dr. Pessoa. Educação é uma das prioridades da gestão municipal e estamos ouvindo as comunidades buscando melhorar, ainda, mais a oferta de vagas em todas as regiões de Teresina. O nosso prefeito tem um olhar cuidadoso para nossa educação. E esse tipo de proposição é o que se busca hoje na educação. Poder integralizar uma formação de conhecimentos teóricos e práticos em convivência permanente com o meio ambiente”, ressaltou o secretário Nouga Cardoso.

“Ficamos bastante satisfeitos em poder receber o secretário municipal de Educação e sua equipe, que puderam conhecer in loco o nosso espaço, que servirá para a construção de uma escola para as crianças de toda a região em torno do nosso assentamento,” disse o líder comunitário Moreirão.

Alunos da E. M. Antônio Gayoso realizam feira sobre patrimônio cultural

Os costumes do nosso povo, a culinária, a arquitetura de Teresina foram temas de uma feira que aconteceu na Escola Municipal Deputado Antônio Gayoso, localizada na zona Norte de Teresina, o projeto “Feira do Patrimônio Cultural”. A ação envolveu estudantes do 6ª, 7º e 9º ano, com a exposição de temas específicos. O 6° ano trabalhou as lendas “Num-se-pode” e “Cabeça de Cuia”. O 7° ano trabalhou o tema Arquitetura, focando na Praça da Bandeira. E os alunos do 9° ano trabalharam os costumes de Teresina, com a alimentação típica, e a Arquitetura, focando na Praça Pedro II.

Foi a primeira edição da Feira que teve como objetivo propiciar aos alunos um maior reconhecimento, senso crítico, apropriação, valorização e preservação dos bens culturais de Teresina. Além disso, contribui para a formação de cidadãos mais conscientes acerca de nosso patrimônio cultural.

O projeto desenvolveu atividades que contemplam a memória, a história e a cultura de Teresina. Portanto, os alunos da unidade de ensino se tornarão cidadãos que estarão mais preocupados e que cuidarão do nosso patrimônio cultural, contribuindo com sua preservação.

“Como professor da escola, fui responsável por coordenar o projeto na instituição de ensino. Eu pude perceber de perto a interação que meus alunos tiveram com o projeto e a dedicação para realizá-lo. Acredito fortemente que eles se tornarão bons cidadãos que cuidarão do nosso patrimônio cultural e como professor deles eu estou orgulhoso”, disse o professor coordenador do projeto, Pablo Daniel.

Alunos de escolas municipais de Teresina se destacam na 17ª edição da OBMEP

Alunos da Rede Municipal de Teresina obtiveram um ótimo resultado na 17ª edição da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP). Foram conquistadas 22 medalhas (cinco de ouro, cinco de prata e doze de bronze) e 24 menções honrosas. Do total de medalhas, 13 foram obtidas por alunos que participam do Cidade Olímpica Educacional (COE), programa da Prefeitura de Teresina executado pela Secretaria Municipal de Educação (Semec).

“O nosso programa participa desde 2012 da OBMEP, preparando os alunos com atividades que possam demonstrar sua capacidade de criar originalidade, utilizando o raciocínio lógico e a aplicação de seus conhecimentos teóricos. Dessa forma, estimulamos e promovemos o estudo da matemática, que é, inclusive, um dos objetivos da referida olimpíada”, afirma Elinalva Barbosa, coordenadora do Programa Cidade Olímpica Educacional (COE).

O professor Delano Moura explica que a OBMEP tem duas fases, uma no primeiro semestre e a outra no segundo, que é subjetiva. A prova é dividida em Nível 1 (6º e 7º ano) e Nível II (8º e 9º ano). “Na segunda fase intensificamos a resolução de problemas subjetivas, com aulas além do sábado acontecendo no contraturno. O resultado deste ano foi surpreendentemente bom, ganhamos todas as medalhas de ouro do Nível II do Piauí.

O coordenador de matemática do COE, Reginaldo Fernandes, diz. “O sucesso dos alunos tem a contribuição de toda a Rede Municipal de Ensino. Nas escolas, temos o apoio da equipe pedagógica que trabalha e incentiva os nossos alunos a estarem com a gente todos os sábados se preparando para as olimpíadas de matemática, onde a OBMEP é o carro-chefe. Parabenizamos a todos os medalhistas e os professores que trabalham com muito compromisso e determinação”.

Sobre o Cidade Olímpica Educacional

Participam do programa estudantes de alto rendimento do 5º ao 8º ano do Ensino Fundamental, divididos em 11 turmas: 4 de matemática; 2 de ciências; uma de língua portuguesa; uma de física; uma de química; uma de astronomia; E uma de robótica. Cada turma tem 25 alunos. Eles recebem fardamento, material apostilado, lanche e transporte. A equipe docente é composta por 15 professores da Rede Municipal de Ensino.

As aulas do próximo ano vão iniciar no dia 11 de março.

Escola Municipal Júlio Lopes Lima faz homenagens para alunos que se destacaram este ano

Fechando o ano letivo com chave de ouro, a Escola Municipal Júlio Lopes Lima, no Portal da Alegria, homenageou os alunos destaques de 2022, escolhidos por todos os professores. São alunos exemplos para suas turmas nos quesitos disciplina, notas e participação, muitos premiados em olimpíadas de competição.

Os destaques foram aplaudidos pelos colegas e receberam certificados de honra, comemorando o esforço de mais um ano de estudo. A ação ficará registrada como um dia inesquecível na trajetória acadêmica desses alunos. Para a diretora Susana Paz, a educação pública de Teresina tem qualidade, força e transforma vidas.

“Nossos profissionais, professores e funcionários, se empenham todos os dias para garantir essa qualidade, então é muito bom ver vidas sedo transformadas para alçar voos em um futuro brilhante. Durante a homenagem, foi gratificante ver a felicidade dos que foram destaque em sua turma, assim como ver a alegria e comemoração dos colegas em ver a vitória do outro. Nossos amados estudantes estão de parabéns”, conclui a gestora.

#nome{ width: 49%; float: left; }